Heath Ledger não tolerava piadas homofóbicas sobre ‘Brokeback Mountain’

0
10

Reprodução/IMDBHeath Ledger e Jake Gyllenhaal em cena de O Segredo de Brokeback Mountain (2005).

Quatorze anos depois de sua estreia, O Segredo de Brokeback Mountain é visto como um clássico moderno. O filme de 2005 estava à frente de sua época no retrato que fez de um relacionamento homossexual entre dois caubóis nos Estados Unidos, levando alguns espectadores a tecer especulações sobre a vida de seus protagonistas, Jake Gyllenhaal e Heath Ledger, longe da tela.

Gyllenhaal refletiu sobre o impacto de “Brokeback” em sua carreira em uma entrevista recente ao jornal “Sunday Today”. Ele também compartilhou recordações do companheiro de cena no longa, morto em 2008.

“Vejo pessoas que já ‘brincaram’ comigo ou me criticaram por algumas falas minhas no filme. E é isso que eu gostava tanto em Heath”, disse Gyllenhaal, astro de Homem Aranha: Longe de Casa, ao apresentador Willie Geist. “Ele jamais brincaria sobre isso.”

Não. Essa história fala de amor.Gyllenhaal sobre como Heath Ledger defendia ‘Brokeback Mountain’.

“Se alguém quisesse ironizar a história, falar dela em tom de brincadeira ou algo assim, Heath dizia: ‘Não. Essa história fala de amor.’”

Dirigido por Ang Lee e baseado em um conto de Annie Proulx, O Segredo de Brokeback Mountain recebeu três estatuetas do Oscar e converteu Gyllenhaal e Ledger – ambos indicados por sua atuação – em astros disputados por produtores e diretores. Os dois permaneceram amigos longe da tela também, tanto que Gyllenhaal se tornou padrinho da filha de Ledger, Matilda Rose.

Desde então, Gyllenhaal tem falado pouco sobre sua amizade com ele. Em 2016, ele disse à revista People que a morte de seu companheiro de elenco o afetou de tal forma que não conseguiria “necessariamente colocar em palavras e nem quero comentar publicamente”.

Em 2015 ele disse à Rádio Pública Nacional norte-americana que sente saudade de Heath Ledger “como ser humano”, explicando:

“Acho que perder Heath e fazer parte de uma família que é um pouco como o filme, o filme que todos fizemos juntos, faz você enxergar; faz você apreciar isso e, quem sabe, te leva a dar menos importância às coisas que não têm importância e prestar mais atenção ao que realmente tem valor.”

Quanto a Brokeback Mountain, Gyllenhaal disse na entrevista ao “Sunday Today”:

“O filme definiu minha carreira de diferentes maneiras”, acrescentando que é grato por isso. “Esse pequeno filme que fizemos e que significou tanto para nós agora já deixou de ser nosso – é do mundo”, ele comentou.

Veja abaixo um trecho da entrevista de Jake Gyllenhaal ao “Sunday Today”, que foi ao ar pela NBC, rede norte-americana de televisão (ative as legendas):

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui