Aniversariante Zidane recebe homenagens; relembre a carreira do craque

0
12

Dia 23 de junho pode ser uma data qualquer para muitos, mas para o torcedor francês e espanhol, há muito o que se comemorar. Há exatos 47 anos nascia Zinédine Zidane, um dos maiores jogadores de todos os tempos e, atualmente, considerado um dos grandes nomes entre técnicos do mundo.

Ele recebeu homenagens mundo afora pelos grandes clubes que passou. O Bordeaux, segundo clube de sua carreira, postou uma mensagem demonstrando respeito, ao lado de fotos do craque. “Desejamos ao Sr. Zinédine um feliz aniversário”, diz a publicação.

Juventus e Real Madrid, este último onde também atuou e atua como técnico, publicaram um compilado de imagens e vídeos do ex-jogador em ação.

Carreira

Como jogador, o meio-campista iniciou sua carreira profissional em 1988 no Cannes, onde ficou por quatro anos e fez 67 partidas, com seis gols marcados. Chamou a atenção do Bordeaux, tendo permanecido de 1992 a 1996, com 174 partidas e 47 tentos – ali ele conquistou seu primeiro título como profissional e também chegou à final das Liga dos Campeões.

O primeiro clube que defendeu fora da França foi a Juventus, até 2001, onde conquistou seis títulos, dentre os quais uma Copa Intercontinental e uma Supercopa da Uefa. De lá, conseguiu o destaque necessário para viver os melhores momentos da carreira, como um dos grandes ídolos do futebol espanhol: em 2001, Zizou foi para o Real Madrid, onde jogou ao lado de Ronaldo, Figo, Bechkham, Roberto Carlos e Raúl, os galácticos.

Pelos merengues, ele conquistou uma Liga dos Campeões, um Intercontinental, uma Supercopa da Uefa, um Campeonato Espanhol e duas Supercopas da Espanha. Ali ele encerrou sua carreira, com 227 partidas e 49 gols marcados. Como se não bastasse, mais tarde ele voltaria para o clube para uma era como treinador. Ele iniciou seus passos como técnico em 2013, como auxiliar, depois treinou o Real Madrid Castilla, o time B.

Entre 2016 e 2018, porém, fez sua primeira passagem no time principal e, logo de cara, conquistou três Ligas dos Campeões seguidas, dois Mundiais de Clubes, duas Supercopas da Uefa, um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha. Após a conquista da sua última Liga dos Campeões, ele anunciou sua saída do clube, mas, menos de um ano depois, voltou ao comando do Real.

Pela seleção francesa, a história de sucesso não foi diferente. Sua primeira convocação foi em 1994 e ele esteve presente de forma determinante nas duas maiores conquistas do país até então: a Copa do Mundo de 1998, na qual marcou dois gols na final diante do Brasil, e Eurocopa de 2000. Diante de toda a sua carreira, recebeu por três vezes o troféu de Melhor do Mundo da Fifa (1998, 2000 e 2003) e sua última competição da carreira foi a Copa de 2006, vencida pela Itália.


Vinicius Jr. acredita em ida de Mbappé ao Real e revela troca de mensagens

Real Madrid se aproxima de anunciar time feminino, diz jornal

Rodrygo ensaia projeto social e dá nome à escolinha de futebol de Osasco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui