Galaxy Note 10 terá novo chip Exynos de 7 nm melhor que o atual Snapdragon

0
6

A Samsung está empenhada em embutir o melhor processador próprio possível no Galaxy Note 10, próximo smartphone top de linha da fabricante sul-coreana. De acordo com o site The Elec, a companhia preara um novo chip Exynos com um método inovador de fabricação e reflexos no desempenho.

O futuro processador terá arquitetura de 7 nm (nanômetros), ao contrário do Exynos 9820, do Galaxy S10, que tem processo de 8 nm. Além disso, a tecnologia de litografia utilizada é a de ultravioleta extrema (EUV, na sigla original em inglês), uma das mais avançadas do mercado. A partir dele, é possível aproximar ainda mais os transistores uns dos outros, o que traz vários benefícios ao chip: ele pode ser 20% mais rápido ou consumir até 50% menos energia.

Um porta-voz da Samsung afirmou que a empresa, uma das maiores do mundo na fabricação de processadores, atualmente “encontra desafios” na produção em massa da tecnologia, mas deve conseguir otimizar as linhas em setembro deste ano para iniciar o processo até fevereiro de 2020. A ideia é que ela forneça a estrutura das fábricas para a produção de vários componentes top de linha da próxima geração de aparelhos.

A Qualcomm também quer

Responsável pela família de processadores mobile Snapdragon, a Qualcomm demonstrou interesse na tecnologia EUV e deve contratar a Samsung para fabricar integralmente a próxima linha da marca, a Snapdragon 865. Infelizmente, esse modelo ainda não deve ter o modem 5G embutido, o que significa que teremos modelos com e sem a nova geração de conectividade móvel.

A taiwanesa TSMC ganhou o contrato anterior, mas agora deve ficar em segundo plano. A IBM também demonstrou interesse no novo método.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui