Yalitza Aparicio celebra projeto que leva sessões de ‘Roma’ a indígenas

0
39

Reprodução/Instagram/Ecocinema Solar/Foto: Pilar CamposBelas fotos em preto-e-branco das sessões nas comunidades indígenas mais parecem ter saído do próprio Roma.

Às vésperas da cerimônia do Oscar, Yalitza Aparicio, que concorre à estaueta de Melhor Atriz pelo filme Roma, postou em sua conta no Instagram fotos de uma sessão de cinema itinerante que está percorrendo comunidades indígenas no México para exibir o longa-metragem de Alfonso Curaón com tradução simultânea na língua náhuatl.

As belas imagens em preto e branco foram feitas pela fotógrafa Pilar Campos em uma exibição que ocorreu em Temixco, no Estado de Morelos, região central do México. As fotos captam momentos que mais parecem ter sido tirados do próprio filme de Curaón – que é líder de indicações ao Oscar em 2019 junto ao lado de A Favorita.

Veja abaixo (clique na seta no lado direito para ver as demais fotos):

Essa sessão itinerante é realizada pelo Ecocinema Solar, iniciativa que vê no cinema uma plataforma de democratização do acesso à cultura e à educação. As sessões do projeto utilizam apenas fontes de energia renovável.  

O Ecocinema Solar já realizou sessões por diversos países do continente americano, como Uruguai, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e México.

Apesar do sucesso do filme e da merecida indicação ao Oscar, Yalitza vem sendo alvo de comentários racistas em seu próprio país por conta de sua origem indígena. No entanto, a atriz revelação vem respondendo as ofensas reforçando seu orgulho de ser uma indígena da região de Oaxaca.

A cerimônia do Oscar ocorre neste domingo (24), em Los Angeles, nos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui