Relatório afirma que pelo menos metade dos usuários do Facebook são falsos

0
17

Polêmicas envolvendo o Facebook parecem não ter fim. Se antes a segurança quanto aos uso de dados de usuários parecia um problema, agora surge a dúvida se grande parte desses perfis é de fato real. Segundo um relatório recente, mais da metade do número de contas ativas da rede social seria falsa. Essa alegação foi redigida ao longo de 75 páginas por Aaron Greenspan. No texto, ele percorre a história do Facebook com duras críticas à plataforma e a Zuckerberg, desde antes de sua fundação, passando pelo escândalo da Cambridge Analytica, até os dias atuais.

Dentre elas, aponta que a rede “tem mentido ao público sobre a escala de seu problema com contas falsas, que provavelmente excedem 50% de sua rede.” Isso, evidentemente, é contrário aos dados publicados pela própria empresa de que em 2018 somente entre 3% e 4% de suas contas ativas mensais seriam falsas. Ainda seria um ponto questionador quanto aos milhões de perfis que ela alega ter eliminado em alguns períodos ao longo do ano.

Ele defende também que as métricas divulgadas pelo Facebook não estariam de acordo com a realidade, de modo que valores investidos em publicidade na rede social não trariam retorno aos pagantes de modo geral. “Na medida em que os usuários não são reais, as empresas estão jogando seu dinheiro no ralo”, escreve.

Apesar de afirmar não ter feito parte da criação da rede social, Greenspan garante ter sido um dos criadores do termo “Face Book”. Isso rendeu no passado uma ação judicial – sobre uso de marca registrada – à companhia de mídias sociais que terminou em um acordo confidencial entre ambas as partes.

Facebook nega informações do estudo

As acusações foram negadas rapidamente pelo Facebook por meio de e-mail enviado ao Mashable, site especializado em tecnologia. Na ocasião, um porta-voz da companhia disse que o estudo é “inequivocamente errado” e que não apresenta fatos pontuais sobre a porcentagem indicada de contas falsas.

O Facebook encerrou 2018 como a maior rede social do mundo, com a estimativa de mais de 2 bilhões de usuários ativos. Não é novidade para ninguém que a plataforma possui diversos perfis falsos e contas anônimas, mas até que ponto isso interfere na realidade desses números? É uma resposta que somente Zuckerberg e equipe podem responder, especialmente a investidores e donos de negócios do mundo inteiro, que pagam por publicidade na rede social.

Cupons de desconto TecMundo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui