Sampaoli é a esperança do Santos para 2019 depois de uma temporada para esquecer

0
22

A temporada de 2018 não ficará gravada na memória do torcedor santista com carinho ou satisfação. O Peixe penou em todas as competições que disputou e conviveu com o clima mais que turbulento nos bastidores logo no ano de estreia do mandato do presidente José Carlos Peres.

Jair Ventura foi o técnico escolhido para assumir a equipe no início da temporada. Com moral pelo trabalho desenvolvido no Botafogo, o treinador não conseguiu encaixar sua metodologia na Baixada Santista e sofreu com as divergências e a demora na contratação dos reforços.

Mesmo assim, o Santos avançou no Campeonato Paulista como líder do Grupo D, com 18 pontos. Nas quartas de final, uma classificação sofrida depois de dois empates sem gols com o Botafogo-SP. A vaga veio graças ao triunfo nos pênaltis por 3 a 1.

Na fase seguinte, porém, os pênaltis determinaram o adeus santista diante do Palmeiras. Uma derrota por 1 a 0 e uma vitória por 2 a 1 levaram a disputa para a marca da cal. Lá, o Verdão se deu melhor ao fazer 5 a 3 no placar.

Mesmo assim, o Santos seguiu vivo na Copa Libertadores da América. De novo liderou sua chave. Ficou à frente de Estudiantes, Nacional-URU e Real Garcilaso. No mata-mata, reencontrou os argentinos de seu grupo, e aí um problema extra-campo atrapalhou os objetivos do clube paulista.

Carlos Sánchez foi escalado de forma irregular, segundo a Conmebol. A acusação deu pano para manga, mas, por mais que a diretoria santista tenha protestado e apontado falhas no própria sistema da instituição que organiza o torneio, o resultado do jogo de ida foi alterado em forma de punição. O 0 a 0 conquistado no campo se transformou em um 3 a 0 contra. Além do que o Santos poderia buscar na volta, quando novamente não passou de um empate sem gols.

Cuca já havia pego o lugar de Jair Ventura. E prontamente o time iniciou uma reação na temporada. É verdade que insuficiente para levar o time à semifinal da Copa do Brasil. Em seu primeiro desafio, já na fase de oitavas, o Santos despachou o Luverdense com uma goleada por 5 a 1 em casa e uma derrota por 2 a 1 fora.

Na sequência, o adversário foi o Cruzeiro, que viria a ficar com a taça. Dessa vez, o revés por 1 a 0 foi diante de sua torcida, mas a reação em Minas Gerais colocou o Peixe pela terceira vez em uma disputa por pênaltis na temporada. Sorte da Raposa, que viu Fábio brilhar e não deixar que nenhuma cobrança santista estufasse suas redes: 3 a 0.

O Campeonato Brasileiro foi uma verdadeira montanha russa para o Santos. O time figurou na zona de rebaixamento, depois chegou a ter a segunda melhor campanha no segundo turno, sonhou com vaga na Libertadores, mas no fim caiu de produção e teve de se contentar com a classificação à Copa Sul-Americana do ano que vem, o máximo que deu para conseguir com 10º lugar (50 pontos), oito pontos atrás do Atlético-MG, primeiro membro do G6.

Não foi fácil torcer para o Santos em 2018. Sob o comando de Jair Ventura, foram: 14 vitórias, 10 empates e 15 derrotas, 44,4% de aproveitamento. Depois, com Cuca à beira do campo, fora: 10 vitórias, 9 empates e 8 derrotas.

Ambos os treinadores sofreram com o clima conturbado nos bastidores. José Carlos Peres entrou em conflito com seu vice, Orlando Rollo, e teve de se salvar de um processo de impeachment.

Não foram poucas às vezes que Cuca reclamou das ações e falta de sintonia na diretoria alvinegra. Willian Machado, Gustavo Vieira e Ricardo Gomes chegaram a ocupar cargos importantes, mas nenhum aguentou muito tempo em suas respectivas funções.

Pelo menos, Peres conseguiu injetar uma boa dose de ânimo no clube antes da virada do ano. A contratação do técnico argentino Jorge Sampaoli criou um clima de otimismo para o que vem por aí. Renato, ídolo e ex-volante recém-aposentado, ficará à frente do departamento de futebol.

Assim, o Santos espera esquecer de vez 2018 para sonhar alto em 2019.


O 2018 do Santos em fotos

Empresário diz que vários clubes do Brasil querem capitão do Boca Juniors

Alvo do Santos, Gigliotti fica perto de assinar com o Toluca

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui