NASA flagra asteroide com formato de hipopótamo próximo à Terra

0
33

NASA teve semanas de expectativa, e não exatamente por causa das festas de fim de ano, mas sim por conta da passagem de um corpo espacial que passou relativamente próximo à Terra — e com a curiosa forma de um hipopótamo. O asteroide 2003 SD220 é o que passou mais perto daqui, em termos cósmicos, nos últimos 400 anos. O próximo a estar assim, “na vizinhança”, será apenas em 2070.

Então, a agência espacial norte-americana aproveitou para tirar uma casquinha, ou melhor, para estudá-lo e fazer aquele book lindão. Para isso, ela usou uma combinação de radares e o que você pode ver abaixo é o “asteroide-hipopótamo” (e tudo bem que somente a primeira realmente se parece com um desses bichos, né) com um comprimento de 1,6 milha.

As imagens foram feitas entre 15 e 17 de dezembro, a partir dos sinais microondas enviados pela antena de 230 pés do Complexo de Comunicações Espaciais Goldstone, na Califórnia; e do Observatório Arecibo, de 1.000 pés, em Porto Rico. O Telescópio Green Bank, de 330 pés, na Virgínia Ocidental foi usado como receptor bi-estático. Esse “mix” resultou no que a NASA descreveu como fotos com “nível de detalhe sem precedentes”, comparáveis ??às tiradas em naves espaciais.

NASAFonte: NASA

O 2003 SD220 tem um período de rotação lento de aproximadamente 12 dias e possui rotação do eixo não principal. A resolução das imagens foi tão boa quanto as que são obtidas a 12 pés — 20 vezes maior do que as que vieram quando o asteroide se aproximou da Terra há três anos. Com isso, a NASA pode entender melhor como pequenos corpos celestes se formam e evoluem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui