Verão no Brasil terá mais chuvas e temperatura mais alta que a média

0
20

O verãocomeça oficialmente nesta sexta-feira, 21 de dezembro. As temperaturas devem ser mais altas que a média histórica histórica do Brasil, devido à influência do fenômeno El Niño — que também vai impactar o regime de chuvas em todas as regiões.

Entre dezembro e janeiro, o início do verão deve ter mais chuvas em grande parte do Brasil, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). “Terá chuvas em todas as regiões, já chegou no Centro e Norte do Brasil, e pela previsão, esse quadro deve continuar: de [número de chuvas] normal para cima”, disse o meteorologista Marcelo Schneider, coordenador do Distrito Meteorológico do Inmet de São Paulo.

Contudo, essas chuvas serão desorganizadas, com temporais localizados. Portanto, não dá para dizer que o verão todo será chuvoso.

Segundo Schneider, a tendência é que os períodos de precipitações sejam mais espaçados. Janeiro costuma ser o mês mais chuvoso. O verão termina, oficialmente, no dia 20 de março de 2019.

Temperaturas mais altas no verão

Depois de um outubro e novembro atípicos, com quedas bruscas de temperatura no Sudeste, o início do verão elevará as temperaturas de todo o País.

Dezembro e janeiro devem apresentar temperaturas acima da média para a temporada, com chuvas, ondas de calor mas também períodos de frio em estados como o Rio Grande do Sul.

Em São Paulo, as médias devem ficar acima do normal, com mínima de 19°C e máxima de 33°C. O Sudeste do Brasil deve seguir essas temperaturas. Mas, no Rio de Janeiro, as temperaturas podem chegar até aos 40°C.

No Nordeste, a temperatura será, em média, de 33°C. Enquanto no Norte, elas devem ficar entre 31°C e 35°C. Já no Centro-Oeste, as temperaturas médias ultrapassam 30°C. Por fim, no Sul, a variação será entre 27°C e 31°C de máxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui