Gol: Carro queridinho do Brasil tem quase 4 décadas de História

0
40

Lançado pela Volkswagen em maio de 1980, o Gol completou 38 anos em 2018 com uma novidade para os milhões de apaixonados pelo modelo: a versão com câmbio automático, até então inédita na linha de um dos carros mais populares do País.

Divulgação/Volkswagen Gol: versão com câmbio automático é para atender à demanda.

Líder de vendas em seu segmento por 27 anos, o carro alcançou a incrível marca de 8 milhões de unidades produzidas no ano passado, recorde absoluto da História, e já chegou a ser o número 1 em vendas no México e na Argentina, segundo informações da montadora.

Divulgação/Volkswagen Última geração do Gol tenta recuperar espaço perdido para a concorrência.

O “queridinho do Brasil” passou por diversas transformações desde seu lançamento, há quase 4 décadas, e batizou algumas gerações diferentes, com variações de gama entre elas (G1 a G7), que serão citadas mais abaixo.

E qual o segredo para tanto sucesso do carro que luta para recuperar o espaço recentemente perdido para concorrentes da Fiat, Ford e Chevrolet? Quem responde é o executivo da marca, Rodrigo Purchio, que conversou com a reportagem do HuffPost Brasil.

“O Gol nasceu projetado para atender ao Brasil e, desde o começo, o projeto foi pensado no consumidor brasileiro. Ele já nasceu em casa e, desde o início, é uma marca dentro da marca”, sintetizou o gerente de Marketing do produto da Volkswagen no Brasil.

Depois de 38 anos no mercado, o “presente” para os fãs em 2018 veio com ares de modernidade. Pela primeira vez, tanto o Gol quanto o Voyage ganharam versões com câmbio 100% automático. A ideia, segundo Purchio, é atender à demanda do público sem perder o ar de “popular”.

“Essa é a primeira versão do Gol e do Voyage com câmbio automático, e acreditamos em pegar uma gama maior de consumidores após observar uma tendência clara de mercado. Nossos modelos são os com motorização 1.6 mais acessíveis do mercado”, assegurou, citando que a variação de preço, em relação ao de câmbio mecânico, gira em torno de R$ 4,5 mil.

Gol: O carro da família brasileira

Divulgação/Volkswagen Lançamento do Gol GTI mudou o patamar do carro no Brasil.

A paixão de Rodrigo Purchio pelo Gol é herança de família. Questionado sobre qual, na sua opinião, é o modelo do carro que mais marcou época, ele chegou a se emocionar ao HuffPost.

“Em 1988 a Volkswagen apresentou o Gol GTI na cor azul mônaco. Foi um salto tecnológico para a época. Eu tinha 12 anos. Lembro do meu pai comprando e chorei quando vi o carro. Lembro ainda hoje o que eu senti no dia”, comentou.

Na visão do gerente de Produtos, a História do Gol é atrelada ao sucesso por um motivo bastante simples: a inclusão.

“Nos anos 80 o line-up do Gol atingia desde o popular até o mercado de luxo (com as versões GTS e GTI, mais esportivas). O Gol sempre teve um papel importante e é protagonista de muitos capítulos da História da Volkswagen.”

Despedida do Gol aos 40?

Rodrigo Purchio disse ao HuffPost Brasil que os rumores sobre o fim da produção do Gol em 2020, ano em que o carro se tornaria “quarentão”, não podem ser confirmados neste momento.

A mídia automotiva especializada especula que o Gol e o Fox deixarão a linha da Volkswagen e abrirão espaço para um novo carro de entrada da montadora alemã.

“Sempre temos uma discussão do ciclo de vida dos produtos de longo prazo, mas não há uma data formalizada de troca ou substituição [do Gol]. Teremos a visita do board da Alemanha, mas não é uma posição decidida. O que é certo é que teremos 20 lançamentos da marca até 2020″, finalizou.

Divulgação/Volkswagen Executivo da Volkswagen não confirmou fim da produção do Gol no Brasil para 2020.

Seja qual for o destino do Volkswagen Gol dentro de 2 anos, a certeza que fica é a de que o carro se tornou, sem dúvida, parte da indústria automotiva brasileira e marcou gerações.

Conheça, abaixo, todas as gerações e as principais versões do queridinho do Brasil desde o seu lançamento até os dias atuais:

Geração I (1980 a 1994)

Divulgação/Volkswagen Gol 1980, o primeiro a ser lançado, pertencia à Geração I.

A primeira geração do Gol durou até 1994, mas as mudanças no visual começaram bem antes da efetiva troca para a Geração II.

1982

Divulgação/Volkswagen Primeira edição limitada do Gol chegou às lojas em 82.

Dois anos após “nascer”, o Gol ganhou sua primeira edição especial: Copa, em homenagem à Seleção Brasileira que disputaria o Mundial para a Itália, mas que até hoje é considerada uma das melhores equipes de futebol de todos os tempos.

1984

Divulgação/Volkswagen

Ainda na primeira geração, o Gol ganhou versão esportiva 4 anos após o lançamento, já com motor 1.8 refrigerado a água.

1987

Divulgação/Volkswagen Gol GTS foi o sonho de muitos adolescentes no fim da década de 1980.

Em setembro de 1987, a versão esportiva do Gol, antes chamada de GT, ganhou um “S” na sigla — Sport. E conquistou uma nova legião de fãs, principalmente adolescentes em busca do primeiro carro.

1988

Reprodução/YouTube A propaganda falava por si: “a razão da emoção”.

Um ano depois do lançamento do GTS, a Volkswagen mudou o patamar do consumidor ao lançar a primeira versão do esportivo GTI, com motor 2.0, injeção eletrônica e outras modernidades inéditas para a época.

Geração II (1994 a 1999)

Divulgação/Volkswagen Geração II do Gol foi batizada de “Gol Bolinha”.

Chegou ao mercado equipado com motores 1.0, 1.6 e 1.8 com o objetivo claro de brigar com o Corsa (Chevrolet) e o Uno (Fiat), primeiros populares do País. Graças às formas mais arredondadas, ganhou o apelido de “Gol Bolinha”.

1995

Divulgação/Volkswagen Gol Rolling Stones foi sucesso de vendas.

Mais uma edição especial do Gol, a Rolling Stones tinha linhas arredondadas e fazia referência à famosa e “jurássica” (no bom sentido) banda de rock comandada por Mick Jagger.

Geração III (1999 a 2005)

Divulgação/Volkswagen G3 ou Geração III? Confusão começou com lançamento em maio de 1999.

Nessa época começou uma verdadeira confusão sobre qual a real “geração” do Gol, que passou a adotar a letra “G” a cada alteração feita no modelo. Segundo os dados oficiais da Volkswagen, a Geração III foi lançada em 1999 e ficou no mercado até 2005. As principais alterações foram visuais, nos faróis e grades.

G4 (2005 a 2008)

Divulgação/Volkswagen Quarta geração do Gol apresentou poucas mudanças visuais.

O Gol G4 (IV Geração) ficou no mercado por 4 anos e foi lançado em 3 versões e 3 motorizações diferentes: City (1.0 e 1.6), Plus (1.0) e Power (1.6 e 1.8).

G5 (2008 a 2012)

Divulgação/Volkswagen Trend e Power, versões da 5ª geração do Gol.

Quinta geração do Volkswagen Gol chegou ao mercado nas versões Trend e Power. A plataforma foi totalmente atualizada para esses modelos, que ficaram disponíveis até 2012.

2011

Divulgação/Volkswagen

Divulgação/Volkswagen

No mesmo ano a Volks lançou duas edições limitadas do veículo: Gol Black e Gol Rock In Rio, para alcançar o nicho de mercado que curtia ser exclusivo.

G6 (2012 a 2016)

Divulgação/Volkswagen G6 chegou às lojas com “jeitão” de Fox.

A sexta geração do Gol (ou a primeira atualização da terceira geração, como preferem alguns) chegou com visual semelhante ao do Fox, novos faróis, novas grades e para-choques estilizados.

G7 (2016 até agora)

Divulgação/Volkswagen Gol Highline: Tecnologia e potência com linhas agressivas.

A última geração do Gol, batizada de G7, também pode ser encarada como a mais ousada da linha. Sem o antigo motor 1.0 de 4 cilindros, substituído pelo tricilíndrico do Up!, o carro continuou agradando aos fãs, mesmo sem ser dotado de câmbio automático, que chegou ao mercado somente em 2018.

As linhas agressivas deixaram o modelo com aparência de um “mini Golf” e, certamente, contribuíram para manter o carro entre os mais vendidos do País.

E você? Também é um fã do Gol? Conte pra gente aí nos comentários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui